Notícias: Alto potencial solar brasileiro impulsiona economia para produtores rurais atingidos pela seca

21/03/2018 - 11h03 - SETA Engenharia
 

A seca pode ser vista como um infortúnio por castigar regiões e, muitas vezes, impossibilitar qualquer produção nestas terras. Casos como este ocorrem em algumas regiões brasileiras, o Nordeste e parte do Sudeste são locais atingidos pela seca.

 
 

No entanto, outras possibilidades podem surgir para utilizar o sol escaldante destes lugares e dar uma nova chance a produtores que antes não tinham esperança de produzir em suas terras.

Qual é esta possibilidade?

A produção da energia solar. Muitos produtores estão arrendando suas terras para investidores, o que vem tornando suas terras rentáveis novamente por meio de outra atividade. 

Minas Gerais, mais precisamente Janaúba no norte do estado, já está recebendo investimentos, uma das primeiras empresas a fazer isso está sendo a Oi, com duas fazendas solares que poderão abastecer até 10.000 residências com seus 5 megawatts. 

Este investimento vai representar uma economia no valor da energia consumida pelas empresas Oi pelo estado, nas cerca de 3 mil unidades. Este empreendimento será construído em parceria com a GD Solar. A Oi espera alçar voos mais altos, a projeção é construir mais 15 usinas solares no país nos próximos 3 anos. 

Brasil: crescimento da energia solar é impulsionado por vários fatores

Como vimos, a produção de energia solar vem se destacando, aqui apresentamos em especial a empresa Oi, mas outras empresas de outros segmentos no mundo todo estão investindo na produção de energia sustentável. 

No entanto, não é preciso construir grandes usinas para contribuir, qualquer um pode iniciar um pequeno projeto em sua empresa, assim como em sua residência, e isso tem impulsionado os números da representatividade da energia solar no Brasil. 

Seja urbano ou rural, usinas ou painéis fotovoltaicos, a produção de energia solar é essencial para elevar o país a um patamar igualitário a sua potencialidade. O Brasil tem muito a contribuir e estamos no caminho certo, investindo e contribuindo para o consumo consciente e a proteção ambiental. 

 
 
 
Notícias Relacionadas
 
 

Ouvidoria SETA


0800 649 3425 *Este canal não se destina ao recebimento de currículos