Notícias: Aprovação do ingresso do Brasil na Irena abre espaço para debate sobre energias renováveis

14/02/2018 - 11h39 - SETA Engenharia
 

O Brasil deu mais um passo importante no cenário das energias sustentáveis, que vai contribuir ainda mais para investimentos nacionais e internacionais do setor em nosso país.

 
 

O Brasil agora faz parte da Irena, a Agência Internacional de Energia Renovável, sua aprovação foi divulgada em janeiro de 2018, após período de debate e estudo sobre pedido e posterior avaliação da Agência.

O Brasil tem muito a contribuir com a Agência, pois hoje o país tem uma significativa visibilidade no cenário das energias renováveis. Com a adesão, o país passa a ter representatividade nos debates sobre energia no mundo todo, ao mesmo tempo que o Brasil pode se beneficiar das ferramentas que a Irena já dispõe e, assim, melhorar processos na matriz energética brasileira. 

O anúncio foi feito durante a 8ª Assembleia Geral da Irena, em janeiro deste ano em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. O Brasil foi representado pelo Ministro de Minas e Energia Coelho Filho e pelo Presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) Luiz Barroso, que destacaram o país como pioneiro em financiamentos e políticas públicas do setor.

A Irena foi criada em 2009 com o objetivo de fomentar as energias solar e eólica nos países desenvolvidos. Dois anos depois, as energias hidráulicas e de biocombustíveis também passaram a fazer parte da agência e, com isso, foi abrindo espaço para mais países integraram a Irena. 

A associação intergovernamental tem foco nas energias limpas e em diminuir a emissão de gases do efeito estufa, e o Brasil tem muito a contribuir nos processos, além de aumentar a visibilidade e a importância do país frente às energias renováveis. 

 

 
 
 
Notícias Relacionadas
 
 

Ouvidoria SETA


0800 649 3425 *Este canal não se destina ao recebimento de currículos