Notícias: Potencial energético do Brasil desperta o interesse de investidores internacionais

31/07/2017 - 18h52 -
 

 
 

De olho no potencial energético do Brasil, investidores internacionais tem direcionado estudos e investimentos para os atrativos de produção de energia utilizando os recursos renováveis abundantes no país.

Um desses investidores é o fundo norte-americano Denham Capital, que atualmente controla a Rio Energy, que já implantou estações de energia eólica e agora tem interesse em investir no potencial solar do Brasil e já está analisando propostas de investimentos.

A empresa destacou que aguarda a abertura de novos leilões, realizados pelo Governo Federal que estão paralisados desde o ano passado, para inscrever as propostas de investimentos, que seriam de 1 gigawatt em produção.

Esses investimentos vêm a calhar com o interesse do Brasil em aumentar a geração de energia solar e eólica no país, que busca chegar a 19 GW a mais de produção até 2026. O investimento para este período deve ser de 174,5 bilhões de reais no total, sendo que este valor refere-se a todo o investimento na capacidade instalada de geração de energia, que deve chegar a 41 GW até o referido período.

Segundo o Governo Federal, apesar da crise econômica que atinge o país, o setor de energia renovável apresentou crescimento, passando de 39,4% em 2014 para 41,2% em 2016. 

Não somente a Rio Energy apresenta interesse em investir nos recursos naturais do Brasil, outras empresas como a francesa EDF e a britânica Actis anunciaram, recentemente, investimentos em energia solar e eólica, respectivamente. 

 
 
 
 

Ouvidoria SETA


0800 649 3425 *Este canal não se destina ao recebimento de currículos